Utilize este identificador para referenciar este registo: http://www.repositorio.uem.mz/handle/123456789/306
Título: Desempenho da rega por sulcos na estação agrária do Umbeluzi – distrito de Boane
Autores: Brito, Rui Miguel L.
Barros, Jorge de
Armazia, Hélio do Rosário Luís
Palavras-chave: Estação agrária
Rega por sulcos
Data: Jan-2014
Editora: Universidade Eduardo Mondlane
Resumo: O presente trabalho é um estudo sobre o desempenho da rega por sulcos na Estação Agrária do Umbeluzi conduzido por pressupostos que levantam problemas como as práticas inadequadas de rega por sulcos que o conduzem a um baixo desempenho. Para o efeito, delimitou-se como objectivo geral o de avaliar o desempenho do método de rega por sulcos no sentido de determinar e discutir os resultados das eficiências de aplicação, de armazenamento, de uniformidade, de percolação profunda e de escoamento superficial. Neste contexto, o trabalho baseou-se em dois modelos de estudo nos quais um teórico que retrata sobre a análise de dados históricos como os dados da precipitação na Bacia do Umbeluzi, dados de solos e práticas de rega, e a outra vertente foi baseada no modelo prático relacionado com as medições de campo onde foram feitas determinações como o levantamento topográfico, o teste de infiltração da água nos solos; a medição do fluxo de água nos sulcos; o avanço e a recessão da água nos sulcos; a secção transversal dos sulcos e a análise do solo na estação. Do resultado destas medições foi constatado que o campo apresenta condições que se adequam a prática da rega por sulcos. Em relação aos testes de infiltração dos solos analisados com base na grandeza de dotação para o 1 o e 2o sulco (96 e 95 mm) e o tempo para infiltrar essas dotações (28 e 27 minutos) constatou-se que estes pertencem a classe de infiltração alta, ainda que o resultado dos solos se mostraram como “Franco-arenosos” esta infiltração pode variar (redução) consoante o intervalo de rega. No que tange as medições de caudais para os dois sulcos medidos com comprimentos de 120 metros cada, para o 1 o e 2o sulco (6.33 e 5.23 l/s/sulco), estes valores são altos para os declives que o campo apresenta e são assim influenciados pelas práticas de rega da EAU. Com base nos dados obtidos nas medições de campo foram determinadas eficiências de rega baseadas na modelação e os dois (2) softwares usados apresentaram valores como (54 e 59 %) para as eficiências de aplicação (e a ) para o 1o e 2o sulco no primeiro software, e (62 e 67 %) para o 1o e 2o sulco no segundo software. Para as eficiências de uniformidade (e u ) no primeiro software para o 1o e 2o sulco os valores são de (94 e 92 %) e (69 e 74 %) para o 1o e 2o sulco no segundo software. A avaliação foi feita com base na eficiência de aplicação e uniformidade de distribuição. Assim, o desempenho do sistema mostrou-se baixo oque levou a optimização das eficiências e os resultados melhoraram com base na redução de parâmetros como o comprimento do sulco, o tempo de aplicação e do respectivo caudal aplicado
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão de Solos e Água
URI: http://hdl.handle.net/123456789/306
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2014 - Armazia, Hélio do Rosário Luís .pdf6.06 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.